Gente estranha at Blog Ayrton Marcondes

Arquivo para ‘Gente estranha’ tag

Gente estranha

escreva o seu comentário

No fim das contas todos são humanos. A frase anterior é sempre utilizada em socorro de certos contatos estranhos que vez ou outra acontecem a toda gente. Há quem diga que o estranhamento entre seres humanos em todos os casos pode ser atribuído a idiossincrasias individuais. Mas, não será verdade que há gente que reune traços individuais que são identificados como estranhos por mais de uma pessoa?

Aconteceu-me de certa ocasião entrar num dos vagões do metrô de Londres em hora avançada da noite. No vagão estavam sentados apenas dois sujeitos que terão sido os seres humanos mais estranhos que vi em toda a minha vida. Sinceramente, passou-me pela cabeça estar diante de um contato imediato de terceiro grau, enfim na presença de alienígenas.

O fato é que os dois caras eram realmente estranhos, mas, leia-se bem, para a época. Sim, porque todos os apetrechos que então usavam, os cabelos de várias cores, as roupas de modo algum convencionais, os variados piercings, os enormes brincos, o desenho em torno dos olhos e lábios, tudo aquilo se espalharia como modismo no mundo nas décadas seguintes.

Quero dizer que estranhas mesmo são pessoas cujo interior, cuja alma, se revela - e desafiadoramente - em seu aspecto externo. Pouco ou nada a ver com roupas, adornos e apetrechos de todo tipo. Estranho mesmo é esse cara que manteve presas em sua casa três mulheres por dez anos, infinitos dez anos nos quais abusou delas sexualmente e as torturou.

Estranha é aquela mulher que matou o marido japonês e esquartejou o corpo dele para jogá-lo fora dentro de malas.

Há pessoas diferentes no mundo, personalidades que nos causam desconforto. São diferentes e não necessariamente estranhas. E dentre as verdadeiramente estranhas destacam-se as perigosas as quais, infelizmente, tem proliferado nos últimos tempos.