assassinato de Trotsky at Blog Ayrton Marcondes

Arquivo para ‘assassinato de Trotsky’ tag

Do que se fala

escreva o seu comentário

Em síntese: do Brasil. Aqui a politicagem não dá sossego. A cada momento os noticiários divulgam novidades sobreo Judiciário e políticos envolvidos em falcatruas. Diz-se que o STF se esfacela. No rádio jornalistas deploram embates públicos entre ministros do Supremo. O cidadão comum não consegue entender o emaranhado de avanços e recuos sobre decisões judiciais. O que foi lei ontem, pode deixar de ser hoje. Há quem acuse ministros de agirem politicamente. O resultado é que, infelizmente, os brasileiros vão perdendo a confiança nos homens que cuidam de nossas leis. Críticas surgem de todo lado e não se esconde a insatisfação. No que vai dar isso?

Enquanto isso, o ex-presidente continua preso em Curitiba. Encontro um velho amigo e puxo assunto sobre a situação do país. Na verdade, provoco um pouco para que ele se abra. No passado o amigo foi ferrenho trotskista. Deixou de sê-lo, mas, jamais, abandonou a esquerda. Segue esquerdista convicto e crê que a doutrina em que acredita ainda seja a solução para o mundo. Do capitalismo interessam a ele as benesses. Mas, permanece inconformado com a injustiça social. Culpa o sistema capitalista como fonte de enriquecimento de minorias e miséria da maioria. Para ele a solução está nos governos socialistas. Comunistas? Não chega a tanto.

Pergunto ao amigo sobre a prisão do ex-presidente. Ele se altera. Diz que a farsa começa a se revelar. O ex-presidente será solto, ganhará a eleição e tempos de bonança voltarão a existir para os pobres. Pergunto se, afinal, toda essa maratona de processos, sentenças, se tudo isso realmente não passa de perseguição. Ele me responde: você tem alguma dúvida sobre isso?

Gosto muito desse amigo, embora nem sempre concorde com suas posições. Ele me faz lembrar de Trotsky. Há dois anos estive na Casa Azul onde viveram Diego Rivera e Frida Kahlo. Trotsky também morou na Casa Azul quando veio para o México. Ficou lá até brigar com Rivera. Mais tarde foi assassinado. O assassino de Trotsky, Ramon Mercader, era um agente russo e o crime foi longamente planejado pelo stalinismo.

No vídeo “Em casa de Frida Kahlo” existem imagens do filósofo no período em que esteve com Rivera e Frida. O vídeo pode ser visto no Youtube.

Quando estive na Casa Azul em vários momentos me perguntei o que fora fazer lá. Atraíra-me o fato de ali terem estado personagens tão importantes? Ver os pincéis de Rivera? Os quadros de Frida? O quarto onde dormiam Trotsky e a mulher? Não sei responder.